Quarta, 20 de Outubro de 2021
Brasil Recurso

Covid: 224 municípios do Piauí têm novo repasse; saiba quanto cada receberá

Nova portaria foi assinada pelo ministro da Saúde Marcelo Queiroga e libera mais de R$ 20 milhões ao Piauí.

13/05/2021 08h28
68
Por: Redação Fonte: meionorte.com
Ministro da Saúde - Marcelo queiroga
Ministro da Saúde - Marcelo queiroga

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, assinou uma nova portaria em que libera quase R$ 1 bilhão em recursos destinados ao enfrentamento da covid-19 na Atenção Primária em todo o país. No Piauí, o montante chega a R$ 20,7 milhões, sendo o maior valor destinado a Teresina, R$ 3,6 milhões. O documento foi publicado oficialmente nesta quarta-feira (12). 

A atenção primária é tida como a porta de entrada de paciente no Sistema Único de Saúde (SUS). A portaria com o detalhamento dos valores foi assinada na última terça-feira (11), durante cerimônia no Palácio do Planalto, que contou com a participação do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido); além de outras autoridades.

Entre os municípios piauienses com maior repasse se incluem Parnaíba, Piripiri, Picos e Floriano. A verba alocada para atender a estados e municípios tem como objetivos, entre outros, custear o desenvolvimento de ações estratégicas de apoio ao cuidado de pessoas idosas; intensificar a atenção à má nutrição em crianças menores de sete anos de idade e gestantes do programa Bolsa Família; e fortalecer as equipes de assistência à saúde aos povos e comunidades tradicionais.

"A portaria que assinamos é a materialidade de um compromisso do presidente Jair Bolsonaro em investir na Atenção Primária. O presidente me incumbiu de vacinar a população brasileira e nós vamos conseguir, com o apoio das mais de 38 mil salas de vacinação no país, imunizar o povo brasileiro", disse Queiroga.

https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-gm/ms-n-894-de-11-de-maio-de-2021-319516367

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias