Quarta, 20 de Outubro de 2021
Milton Brandão Apicultura

Município trabalha para potencializar a cadeia produtiva do mel e seus derivados

O município tem um forte potencial de florada e pouca exploração da atividade.

15/05/2021 09h13 Atualizada há 5 meses
380
Por: Redação Fonte: Secretaria de Agricultura
Prefeito Evangelista Resende - reunido com representantes da CODEVARPI e membros da Secretaria de Agricultura
Prefeito Evangelista Resende - reunido com representantes da CODEVARPI e membros da Secretaria de Agricultura

A Prefeitura Municipal de Milton Brandão/Secretaria de Agricultura está trabalhando na potencialização da cadeia produtiva do mel e seus derivados no município. 

O objetivo desse trabalho iniciado na gestão atual do Prefeito Evangelista Resende é melhorar os índices econômico e a geração de emprego e renda, favorecendo uma melhor qualidade de vida as famílias, com o incremento da produção de mel e seus derivados, já que o município tem um forte potencial para apicultura, por ter diversos tipos de floradas, o que dá uma melhor qualidade e uma facilidade de comercialização.

Segundo o Técnico Agrícola, Francisco Rodrigues (Chiquinho da Lagoa do Mato), o município tem um potencial muito forte na área da apicultura, mas são poucas as famílias que tiram seu sustento dessa atividade muito rentável. O município por meio do prefeito Evangelista Resende, com essa visão empreendedora que ele tem está trabalhando na parceria com algumas instituições como é o caso da CODEVARPI (Cooperativa do Desenvolvimento Rural do Vale do Rio Piracuruca), para mudar a cultura dos meleiros que retiram o mel sem as devidas técnicas, higienização, colocando fogo ou até mesmo derrubando as árvores, o que não é correto, porque no futuro os problemas sugiram pelo fato de haver uma agressão a natureza. A forma como os meleiros comercializam o mel avulso que é em garrafas pete de refrigerantes, não é correto e sim em tambores apropriados, o que vai garantir a qualidade do mel que será armazenado antes da comercialização.  

O que está sendo planejado é promover a capacitação desses meleiros a trabalhar na produção e retirada do mel e seus derivados de forma correta. Assim o produto que é o mel e seus derivados como é o caso do pólen, cera, geleia real e o próprio veneno da abelha que é apitoxina, muito procurado e valorizado pela indústria internacional, terão uma valorização bem melhor se atender todas essas observações. O município também irá trabalhar a inclusão de outras famílias nessa atividade, pela potencialidade enorme de florada que o município tem. Para isso se faz necessário o suporte do município por meio da Secretaria de Agricultura, com a realização de parcerias e projetos que venham a atender esse objetivo. “Se a pessoa se dedicar só da apicultura, trabalhando de forma correta, realizando todo manejo necessário que é pouco a rentabilidade é muito grande até mais do que mesmo a agricultura. No caso o próprio agricultor tem como fazer a conciliação das suas atividades de agricultura e apicultura com certeza no final das contas ele vai ver que a apicultura vai lhe dá uma lucratividade bem melhor.” Disse Chiquim da Lagoa do Mato.     

O presidente da CODEVARPI, Saturnino Mendes, disse que, hoje a apicultura é uma atividade muito lucrativa com baixo manejo e despesas, o que tem transformado a vida de muitas famílias com a mudança para melhor de vida. O mel e seus derivados sempre tem mercado, não empanca e mais, hoje a valorização desses produtos está em alta e o que é preciso são as chuvas para que tenhamos uma boa florada e o resto a abelha de encarrega, fica por conta dela. 

“Milton Brandão, a potencialidade de florada é coisa impressionante, poucas pessoas estão nessa atividade que são os meleiros, o que é preciso é uma capacitação para eles, apoio e incentivo para que eles aumentem sua produtividade de forma sustentável em harmonia com a natureza e incentivar outras famílias a entrarem nessa atividade que é a apicultura”. Disse Saturnino Mendes.

O Prefeito Evangelista Resende, ficou muito otimista com o que foi abordado na reunião e se comprometeu de dá total incentivo e apoio para o fortalecimento da cadeira produtivas do mel de abelha e seus derivados. “Nós como gestor estamos prontos para colaborar, apoiar atividades que possam tornar o nosso município como um forte produtor de mel e seus derivados, melhorando a economia e a qualidade de vida dessas famílias, por ter uma melhor renda”. Finalizou Evangelista Resende.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias