Sexta, 28 de Janeiro de 2022
Saúde Influenza

Sesapi está abastecida com medicamento Tamiflu

O antiviral é usado em pessoas com complicações pelo vírus da Influenza

11/01/2022 18h23
74
Por: Redação Fonte: SESAPI
Tamiflu - Foto: Divulgação
Tamiflu - Foto: Divulgação

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) informa que já recebeu do Ministério da Saúde o medicamento Oseltamivir, comercializado sob a marca de Tamiflu. O remédio é utilizado para pessoas com complicações ou em risco de complicações nas 48 horas após os primeiros sintomas de infecção pelo vírus da Influenza.

Este medicamento estava em falta em todo o Brasil depois que foram registrados casos de H3N2 em quase todos os estados brasileiros. De acordo com o Superintendente de Atenção à Saúde e Municípios, Herlon Guimarães, o Oseltamivir será destinado apenas aos pacientes do Piauí que estão internados com Influenza de forma grave. 

“Estamos abastecidos com o medicamento, mas existe um protocolo que deve ser utilizado pelos nossos profissionais de saúde quanto ao uso do remédio. Nem todos os pacientes podem receber o Tamiflu. Ele será destinado apenas àqueles que estão internados e de maneira mais grave”, explica Herlon.

O Ministério da Saúde tem um Protocolo de Tratamento da Influenza que prevê o uso dos medicamentos antivirais onde  apresentam de 70% a 90% de efetividade na prevenção da influenza e constituem ferramenta adjuvante da vacinação. Entretanto, a quimioprofilaxia indiscriminada não é recomendável, pois pode promover o aparecimento de resistência viral.

A quimioprofilaxia com antiviral não é recomendada se o período após a última exposição a uma pessoa com infecção pelo vírus for maior que 48 horas. Para que a quimioprofilaxia seja efetiva, o antiviral deve ser administrado durante a potencial exposição à pessoa com influenza e continuar conforme orientações de quimioprofilaxia estabelecido em protocolo.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias