CompuNet seu provedor de internet com qualidade
Projeto

Rede Objetivo de Ensino realiza nesta quinta (23) projeto de resgate das linguás indígenas

O evento é aberto ao público com início as 7:30h na quadra do Instituto Zarynha de Educação

Instituto Zarynha de Educação

Instituto Zarynha de EducaçãoInstituto Zarynha de Educação

22/05/2019 14h38
Por: Edinardo Pinto
Fonte: Edinardo Pinto
165
Alunos da Rede Objetivo de Ensino em visita a Tribo Tabajara
Alunos da Rede Objetivo de Ensino em visita a Tribo Tabajara

A Rede Objetivo de Ensino / Pedro II realizou cadastro da escola junto a UNESCO, no início deste ano de 2019, com objetivo de concorrer ao título "Escola Parceira UNESCO" com resultado previsto para sair no final de outubro desse ano.

O projeto tem como objetivo desenvolver e trabalhar com os alunos da rede, um dos temas proposto pela instituição. “Resgate das línguas indígenas” foi o tema escolhido, pelo fato da língua típica desses povos está desaparecendo por falta de incentivo e apoio.

A instituição buscou como ponto de apoio no desenvolvimento desse projeto os índios da Tribo Tabajara, que estão localizados na comunidade Nazaré – Lagoa de São Francisco.  Só agora depois de alguns anos vivendo no anonimato sem o reconhecimento da sua etnia, por parte das autoridades e organismos, a Tribo Tabajara, que tem como Cacique o Henrique, está trabalhando para conquistar esse reconhecimento perante a instituições que trabalham e defendem os direitos indígenas.

O primeiro passo que a escola deu foi levar ao conhecimento a Tribo Tabajara, esse projeto a ser trabalhado pela escola, onde na sexta-feira (10), a escola realizou visita a tribo, com a participação dos professores e alunos, com objetivo de eles conhecerem um pouco da cultura indígena, seus hábitos e costumes através do museu indígena, que foi implantado por eles na própria comunidade Nazaré, na sua tribo.

O Próximo passo será a realização da I Exposição Indígena de Pedro II, com o tema “O Resgate das Línguas Indígenas, que acontecerá dia 23 às 8h da manhã na quadra da referida escola da Rede Objetivo de Ensino. 

Na feira será mostrado por meio de uma exposição, objetos artesanais produzidos por eles, com apresentações e danças indígenas, palestras e um relato da história deles e troca de conhecimentos. 

A feira reunirá alunos, pais, convidados e autoridades que estarão presentes nesse momento de fortalecimento da cultura indígena.

Confirmou presença, Teresinha Pereira da Silva (Teka potyguara), pós-graduada em Educação Escola Indígena (universidade federal do mato grosso, UNEMAT); Espanhol Língua e Literatura (universidade vale do Acaraú - CE); Gestão com Infa em Pedagogia (FATED); Graduada em Pedagogia pela (UVA - Universidade Vale do Acaraú CE); Antropologia pela (UPS - Universidade Politécnica Salesiana) em Quito Equador; intercultural pela (UFC - Universidade Federal do Ceará - CE);

Maria Silva Sampaio, Graduada em Pedagogia e Pós-Graduação em Espanhol Língua e Literatura (Universidade vale do Acaraú – CE), gestão pela FRATED.   

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários