CompuNet seu provedor de internet com qualidade
ENEM

Contagem regressiva para o Enem 2019

Cartilha de redação do Inep dá dicas de como estruturar o texto e traz explicações sobre a correção e critérios usados na distribuição dos pontos

27/10/2019 20h33
Por: Edinardo Pinto
Fonte: gov.br
113
ENEM / Foto: Logomarca
ENEM / Foto: Logomarca

Agora falta pouco. Poucos dias para a realização da primeira prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019. E você que vai fazer a prova? Já está preparado?

Nesta reta final, a orientação dos educadores é dormir bem,  alimentar-se de forma adequada, fazer atividades físicas e ter confiança no conteúdo estudado durante o ano. 

O professor de Química, Luís Cícero, explicou que a área de Ciências da Natureza já segue há 10 anos um padrão na elaboração das questões no Enem, o que traz uma certa tranquilidade pra quem se preparou no decorrer do ano. O professor disse que, nesta reta final, a dica é revisar e tirar dúvidas do conteúdo. “A gente trabalha muito com este modelo de, perto da prova do Enem, resolver exercícios parecidos, exercícios não só antigos, mas a gente cria exercícios inéditos também”.

Raquel Araújo Coelho tem 18 anos e está no terceiro ano do ensino médio e quer fazer medicina. É a terceira vez que faz o Enem. Nas duas edições anteriores, ela realizou a prova como treineira mas agora disse que está bem confiante para o exame. “Eu espero que caiam os conteúdos que eu mais domino e, assim, que eu consiga ficar tranquila na hora da prova”, afirmou. 

Redação

O participante que ainda se prepara para as provas pode contar com um material elaborado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). A Redação no Enem 2019 – Cartilha do Participante tem dicas de como estruturar o texto, explicações sobre a correção e critérios usados na distribuição dos pontos. 

Publicada anualmente, a Cartilha da Redação, como também é conhecida, está disponível no portal do Inep, em formato de arquivo PDF, e em vídeo no YouTube, na Língua Brasileira de Sinais (Libras), para surdos e deficientes auditivos. O objetivo é tornar a metodologia de avaliação da redação o mais transparente possível. “O material traz exemplos de redações do Enem anterior que obtiveram nota máxima. Tudo isso para que o participante possa ver na prática como essas dicas devem ser utilizadas”, explica o presidente do Inep.

Enem 

Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, INEP, até às 11h desta sexta-feira (25), 72,7% dos estudantes inscritos para realizar o Enem 2019 tinham acessado o cartão de inscrição, o que é uma orientação do INEP. Neste ano, o exame teve 5.1 milhões de alunos inscritos. 

No primeiro domingo de novembro (3), serão aplicadas as provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Redação e Ciências Humanas e suas Tecnologias. A duração é de cinco horas e meia. No segundo domingo de novembro (10), é a vez de Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias, com cinco horas de duração. 

O presidente do INEP, Alexandre Lopes, afirmou nesta sexta-feira (25) em entrevista na Empresa Brasil de Comunicação (EBC) que o conteúdo do Enem 2019 vai ser como nos anos anteriores, apenas com uma orientação para se evitar questões polêmicas. “O Enem segue normal. O que a gente orientou as equipes era buscar uma prova equilibrada, uma prova que não gerasse polêmicas. Nós, inclusive, utilizamos questões que estavam no banco de itens. Então, não há nenhum tipo de direcionamento na prova”, adiantou. 

Alexandre Lopes também disse que cerca de 400 mil pessoas vão trabalhar nos dias do exame. Sobre a segurança em relação às provas, o presidente do INEP explicou que elas são transportadas pelos Correios e escoltadas pela Polícia Rodoviária Federal, além do trabalho de inteligência feito pela Polícia Federal, que ocorre durante todo o ano para identificar possíveis fraudadores.

Lopes também adiantou que as provas já foram distribuídas para as cidades onde vão ocorrer o exame, que envolvem 147 mil salas de aula no país. “As provas já foram interiorizadas. Chegando mais próximo do exame, elas serão entregues nos armazéns dos Correios, dos depósitos dos Correios, que vão fazer a entrega no dia da prova”, relatou. 

Ainda sobre a aplicação e os locais em que as provas vão ser realizadas, o presidente do INEP disse que tudo está sendo checado para que não ocorram contratempos nos dias da avaliação. “A gente agora tem entrado em contato com os aplicadores pra garantir que tudo esteja ocorrendo normalmente. A gente está verificando os locais em que vão ser aplicadas as provas. A gente tem mantido uma conversa permanente com os aplicadores pra ter a tranquilidade no dia da aplicação”, afirmou.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários