CompuNet seu provedor de internet com qualidade
Repasse

Municípios do Piauí receberam R$ 22 milhões do estado para a saúde

O governo do Piauí repassou mais R$ 6 milhões para os municípios do estado, nesta sexta-feira (28), referentes à 2ª parcela de recursos do confinanciamento da Saúde e dos Hospitais de Pequeno Porte (HPP).

28/02/2020 19h17
Por: Edinardo Pinto
Fonte: meionorte.com
155
Wellington Dias / Foto: Google
Wellington Dias / Foto: Google

O governo do Piauí repassou mais R$ 6 milhões para os municípios do estado, nesta sexta-feira (28), referentes à 2ª parcela de recursos do confinanciamento da Saúde e dos Hospitais de Pequeno Porte (HPP). Ao todo, somados com valores da primeira parcela, os municípios já receberam R$ 22 milhões. Teresina recebeu, na primeira transferência, mais de R$ 2,6 milhões.

“Hoje, o Governo do Estado, através de um esforço da Secretaria de Fazenda, está pagando a 2ª parcela relativa ao cofinanciamento da saúde e também aos hospitais de pequeno porte. Pagamos, hoje, R$ 6 milhões. Somados ao pagamento da primeira parcela, estamos colocando 22 milhões, que são considerados importantes para manter as ações de saúde dos municípios”, afirmou o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto.

As transferências do cofinanciamento estão sendo realizadas para as contas dos Fundos Municipais de Saúde e para as contas dos Hospitais de Pequenos Portes, cumprindo negociação feita com a Associação Piauiense de Municípios (APPM). “Estamos cumprindo com o que acordamos os prefeitos municipais e, desta forma, estamos buscando todas as condições para construir um novo modelo de atenção aos hospitais de pequeno porte”, acrescenta Florentino.

Os recursos foram transferidos pela Sefaz para a conta da Sesapi que, por sua vez, está procedendo as transferências para as respectivas contas municipais.

A Secretaria de Fazenda realizou um planejamento para que todo o cronograma de parcelamento seja rigorosamente cumprido.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.